Pitch Desk

Pitch desk possuem um importância gigante para o futuro de uma empresa ou de um

negócio específico. Desse modo, sabendo que grandes ideias precisam ser ouvidas, nesse texto apresentaremos as melhores maneiras de se organizar e fazer um “pitch”. Apresentá-las com clareza é um desafio e parte do desenvolvimento de qualquer profissional do mercado privado. Quando são sobre negócios e produtos elas são conhecidas como pitch deck, AKA, apresentações de negócios e podem ser resumidas em dois pontos: você e a sua apresentação. Hoje, falaremos um pouco do primeiro ponto.

Você já fez algum pedido de namoro na vida?

Se sim, enquanto fazia, quem era seu foco?

Certamente não era o anel, mas sim, a pessoa na sua frente. Esta é uma das correlações

existentes ao fazer um pitch deck, a conexão.

Assim, quando apresentar seu negócio tente desenvolver estes pontos:

1. Crie uma relação com a plateia, enxergue quem está à sua frente e seja um bom

ouvinte.

2. Demonstre simplicidade, clareza e foco pois a maior parte das apresentações dura de 7 a 18 minutos que devem ser bem aproveitados.

3. Paixão, liderança, competência, habilidade, visão e integridade, não é necessário ter todos no seu leque, mas procure tê-los em mente.


Por fim, lembre-se que durante um pitch deck seu foco não será a apresentação ou o

produto, mas sim, seu possível investidor, pois o verdadeiro capital é você juntamente com potencial retorno que pode trazer com seu negócio. Imagine que você é um empresário de uma nova start up. Pronto para fazer o pitch deck de sua vida, um produto no qual acredita que trará grandes ganhos e cheio de potencial. Porém, fazer uma apresentação em Power Point, Canvas, Haiku Deck ou Prezi é seu desafio e aqui lançamos um pequeno passo a passo de como fazê-lo.

Antes de tudo, planeje, inspire-se, tenha um documento base para seu projeto e parta para os slides. Pense que seu possível negócio deve facilitar a tomada de decisão por um possível investidor, desde projetos simples aos mais complexos. Uma forma de fazer isso é respondendo as perguntas certas que trazem ordem à apresentação, elas são:

  1. Qual o problema em questão?

  2. Qual a solução deste problema?

  3. Qual é o seu produto? 

  4. Para quem ele é e como atende a situação problema?

  5. Como gera renda?

Mas calma, isso não é tudo. Outros pontos podem ser citados, como por exemplo, um

resumo financeiro, uma estratégia de marketing para um produto ainda não lançado e até mesmo os valores e propósitos que impulsionam sua empresa a causar impactos sociais e financeiros.



Por fim, faça seu tema de casa, seja realista quanto ao seu negócio, sua execução e sua

inserção no mercado e conte uma história que o investidor não irá esquecer.

Após a apresentação e o apresentador, é importante analisar empresas que hoje são

referências no mercado, mas que foram marcadas a partir do ponto em que apresentaram seus pitch decks, como Airbnb e Facebook.


Airbnb: apresentado em 2011, seu slide de sucesso apresentou o modelo de negócio da empresa seguido da adaptação do mercado (vide o uso do celular como facilitador de vida) concluindo com um resumo financeiro, ela captou 600 mil dólares da Sequoia Capital e Y Ventures e fechou o ano de 2021 com 2.9 milhões de anfitriões e receita avaliada em US$3,42 bilhões.

Já o Facebook, que surgiu em 2004 e avaliado em US $100 milhões em 2005, recebeu um investimento de US $12,7 milhões da Accel Partners, o levantamento foi baseado inteiramente na margem de crescimento e potencial do negócio, uma vez que ele ainda não gerava lucro. Em 2021 o Facebook contou com 2,85 bilhões de usuários ativos mensais e com uma receita de US $21,08 bilhões.



Por fim, empresas como LinkedIn, Coinbase, Tinder, Canvas e Youtube criaram pitch decks que levantaram investimentos e revolucionaram seu mercado de atuação, hoje o pitch deck se tornou um assunto de estudo aprofundado e é por si só um modelo de negócio.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo